NotíciasFinanças

É possível usar a previdência privada ou complementar como GARANTIA de empréstimo? A resposta vai te deixar de QUEIXO CAÍDO!

Aposentado, pensando em contratar empréstimo? Veja como suar seu benefício para isso!

Utilizar o benefício da previdência como garantia de empréstimo é uma prática que vem ganhando espaço no mercado financeiro brasileiro.

Essa alternativa permite que os recursos acumulados em planos de previdência privada sejam usados para obter crédito, sem a necessidade de resgatar os investimentos.

A relevância desse tópico reside na possibilidade de acessar condições mais favoráveis de empréstimo, preservando os investimentos de longo prazo.

A seguir, veja como utilizar a previdência privada e complementar como garantia de empréstimo, as vantagens e desvantagens dessa prática e confira três bancos que oferecem essa opção.

Já pensou em usar seu benefício como garantia de empréstimo? Veja como fazer isso!
Já pensou em usar seu benefício como garantia de empréstimo? Veja como fazer isso! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / beneficiodoidoso.com.br

Como usar a previdência como garantia de empréstimo

A utilização da previdência privada como garantia de empréstimo foi recentemente regulamentada pela Lei 14.652 de 2023.

Essa lei permite que os recursos depositados em planos de previdência complementar aberta sejam usados como garantia para obtenção de crédito. O processo funciona de maneira semelhante a outros tipos de garantia, como imóveis ou veículos.

Ao oferecer o plano de previdência como garantia, o tomador do empréstimo autoriza a instituição financeira a acessar esses recursos em caso de inadimplência.

Para iniciar o processo, o interessado deve procurar uma instituição financeira que aceite previdência complementar como garantia.

O banco avaliará o saldo acumulado no plano de previdência e determinará o valor do crédito disponível com base nesse saldo.

É importante notar que, enquanto os valores estiverem em garantia, o tomador do empréstimo não poderá resgatar os recursos da previdência até a quitação do empréstimo ou substituição da garantia por outro bem.

A portabilidade da previdência, ou seja, a transferência do plano de uma instituição para outra, também será restrita durante o período em que os recursos estiverem vinculados ao empréstimo.

A mudança de administradora só será possível com a anuência da instituição que concedeu o crédito, o que pode limitar a flexibilidade do tomador em buscar melhores condições de administração para seu plano de previdência.

Veja mais: Aposentados: Descubram Como Fazer um Empréstimo de Forma Segura!

Vantagens de usar o benefício como garantia de empréstimo

A principal vantagem de usar a previdência privada como garantia de empréstimo é a possibilidade de obter condições de crédito mais favoráveis.

Como o risco para a instituição financeira é reduzido, as taxas de juros podem ser significativamente menores em comparação com outras modalidades de crédito, como o crédito pessoal ou o cheque especial.

Além disso, o tomador não precisa resgatar seus investimentos, evitando a incidência de tributos e possíveis perdas por resgate antecipado.

Outra vantagem é a simplicidade do processo. Utilizar a previdência como garantia pode ser mais rápido e menos burocrático do que oferecer um imóvel ou veículo como garantia.

Isso porque os recursos já estão aplicados e disponíveis para consulta e avaliação pela instituição financeira, facilitando a aprovação do crédito.

Desvantagens para levar em consideração

No entanto, há desvantagens que devem ser consideradas. Uma delas é a limitação de acesso aos recursos da previdência durante o período do empréstimo.

Isso pode ser um problema em situações de emergência financeira, onde o tomador pode precisar acessar esses recursos rapidamente.

Além disso, caso o tomador não consiga quitar o empréstimo, ele perderá parte ou a totalidade dos recursos acumulados na previdência, comprometendo seu planejamento de longo prazo para a aposentadoria.

Outro ponto a ser considerado é a possibilidade de variação nas condições de administração dos planos de previdência.

A restrição à portabilidade pode impedir que o tomador mude seu plano para outra instituição com melhores taxas de administração ou rendimentos, o que pode impactar negativamente o desempenho dos investimentos ao longo do tempo.

Veja mais: Aposentados: Descubram Como Fazer um Empréstimo de Forma Segura!

Bancos que oferecem a opção de benefício como garantia de empréstimo

Diversos bancos no Brasil já começaram a oferecer a opção de utilizar a previdência privada como garantia de empréstimo. Entre eles, destacam-se três instituições:

  • Banco do Brasil: O Banco do Brasil (https://www.bb.com.br/site/) oferece a opção de usar planos de previdência complementar administrados pela Brasilprev como garantia para obtenção de crédito. A instituição avalia o saldo do plano e define as condições do empréstimo com base nessa garantia;
  • Bradesco: O Bradesco (https://banco.bradesco/html/classic/index.shtm), por meio da Bradesco Vida e Previdência, também permite que os clientes utilizem seus planos de previdência como garantia para empréstimos. A instituição destaca a facilidade e rapidez no processo de avaliação e concessão do crédito;
  • Caixa Econômica Federal: A Caixa Econômica Federal (https://www.caixa.gov.br/) aceita planos de previdência complementar como garantia para empréstimos, proporcionando aos clientes taxas de juros competitivas e prazos de pagamento flexíveis, utilizando os recursos acumulados na previdência como segurança.

Essas opções oferecem aos clientes maior flexibilidade e melhores condições de crédito, preservando seus investimentos para a aposentadoria.

É essencial que os interessados avaliem cuidadosamente as condições oferecidas por cada instituição e considerem as vantagens e desvantagens antes de decidir por essa modalidade de garantia.

Veja outros: Aposentados: Lula Garante que Não Haverá Mudanças nas Suas Aposentadorias!

Nicole Ribeiro

Formada em Letras - Português pela Universidade do Estado de Minas Gerais, redatora freelancer e revisora de artigos e textos acadêmicos. Apaixonada por gatos e pelo conhecimento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo