NotíciasFinanças

Pessoas com 60+ que sofreram com as enchentes podem ter acesso a um KIT de até R$ 3 mil; entenda COMO funciona

O governo do estado do Rio Grande do Sul lançou recentemente um programa destinado a ajudar idosos atingidos por enchentes.

Este programa, que abrange 13 cidades, visa beneficiar aproximadamente 19 mil idosos através da distribuição de kits personalizados no valor de R$3 mil.

A medida busca oferecer suporte essencial a esses idosos, proporcionando itens necessários para suas residências e melhorando sua qualidade de vida após os danos causados pelas enchentes. Confira.

Os idosos que estão em cidades que foram atingidas por enchentes podem ter acesso a um novo kit. Confira.
Os idosos que estão em cidades que foram atingidas por enchentes podem ter acesso a um novo kit. Confira. / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / beneficiodoidoso.com.br

Como funciona o programa para idosos que sofreram com enchentes?

O programa Cuidar Tchê 60+ foi implementado como uma resposta às necessidades urgentes dos idosos afetados pelas enchentes no estado do Rio Grande do Sul.

A iniciativa, que abrange 13 cidades, incluindo Canoas, tem como objetivo fornecer suporte crucial a esses idosos, que muitas vezes enfrentam dificuldades adicionais em situações de calamidade.

Os kits de R$3 mil serão distribuídos a cerca de 19 mil idosos, oferecendo a eles a possibilidade de escolher artigos essenciais para suas necessidades diárias, divididos em quatro categorias: cozinha, dormitório, mobilidade e eletroeletrônicos.

A categoria cozinha inclui itens como fogão, refrigerador, mesa, cadeiras, filtro de água, jogos de panela, pratos, copos e talheres.

Esses itens são fundamentais para garantir que os idosos possam preparar suas refeições com segurança e conforto, contribuindo para sua autonomia e bem-estar.

A inclusão desses itens no kit demonstra um cuidado especial com as necessidades básicas dos idosos, garantindo que eles tenham acesso a utensílios de qualidade para o dia a dia.

Além dos itens de cozinha, a categoria dormitório abrange jogos de lençol, toalhas, cobertores, travesseiros, colchões e camas.

Esses artigos são essenciais para proporcionar conforto e qualidade de sono aos idosos, elementos cruciais para a saúde e bem-estar dessa população.

O cuidado com a escolha dos itens para o dormitório reflete a importância de garantir que os idosos tenham um ambiente de descanso adequado e aconchegante, especialmente após a experiência traumática das enchentes.

Saiba mais: INSS vai pagar aposentados em JULHO com novo REAJUSTE nos benefícios; veja QUANTO receber

Outras categorias do kit de R$ 3 mil

A terceira categoria do kit é a de mobilidade, que inclui cadeira de rodas, muleta e andador. Esses itens são vitais para muitos idosos que têm dificuldades de locomoção, proporcionando-lhes a independência necessária para realizar suas atividades diárias.

A inclusão desses itens no programa Cuidar Tchê 60+ destaca o compromisso do governo em atender às necessidades específicas de mobilidade dos idosos, garantindo que eles possam se movimentar com segurança e autonomia.

Na categoria de eletroeletrônicos, os idosos podem escolher entre itens como máquina de lavar e televisão. Esses aparelhos não apenas facilitam o dia a dia dos idosos, mas também proporcionam entretenimento e qualidade de vida.

Uma máquina de lavar, por exemplo, alivia a carga de trabalho doméstico, enquanto a televisão oferece uma fonte de informação e entretenimento, elementos importantes para a saúde mental e o bem-estar geral dos idosos.

Para receber o kit, os idosos devem atender a certos critérios. Além de terem sido afetados pelas enchentes, é necessário:

  • Ter idade a partir de 60 anos;
  • Residir em um município que decretou situação de calamidade pública;
  • Estar registrado no Cadastro Único (CadÚnico) com uma renda per capita de até R$109.

Esses critérios visam garantir que os kits sejam destinados aos idosos que realmente necessitam desse apoio, assegurando que a ajuda chegue a quem mais precisa.

Saiba mais: Aposentadoria vai ser reajustada NOVAMENTE? Valor pode ser DESVINCULADO do salário mínimo; entenda o que significa

Quando os pagamentos do kit para idosos que sofreram com enchentes começam?

A entrega dos kits está programada para começar em agosto, e a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) investirá R$6 milhões do Fundo Estadual da Pessoa Idosa (Funepi) para viabilizar essa iniciativa.

Este investimento significativo reflete a prioridade que o governo estadual dá ao bem-estar dos idosos, especialmente em situações de emergência como as enchentes.

A aplicação dos recursos do Funepi para esse fim específico demonstra um compromisso concreto com a melhoria da qualidade de vida dos idosos afetados.

Além de Canoas, outros municípios serão contemplados pelo programa, incluindo Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul, Eldorado do Sul, Estrela, Marques de Souza, Muçum, Relvado, São Jerônimo, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, Travesseiro e Triunfo.

A abrangência do programa assegura que um número significativo de idosos em diferentes regiões do estado receba o suporte necessário, promovendo a recuperação dessas comunidades afetadas pelas enchentes.

O programa Cuidar Tchê 60+ representa uma iniciativa vital para a proteção e apoio aos idosos do Rio Grande do Sul.

Ao proporcionar itens essenciais e personalizados para suas necessidades, o governo estadual não só ajuda na recuperação pós-enchente, mas também contribui para a dignidade e qualidade de vida desses cidadãos.

A distribuição dos kits é um passo importante para assegurar que os idosos possam reconstruir suas vidas com segurança e conforto, refletindo um compromisso contínuo com a inclusão e o bem-estar social.

Veja outros: Atenção Aposentados: Governo Libera Crédito Especial para Beneficiários do Bolsa Família – Veja Como Solicitar!

Nicole Ribeiro

Formada em Letras - Português pela Universidade do Estado de Minas Gerais, redatora freelancer e revisora de artigos e textos acadêmicos. Apaixonada por gatos e pelo conhecimento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo