NotíciasFinanças

O QUE É o seguro prestamista? Vale a pena contratar? Saiba TUDO sobre essa modalidade!

O seguro prestamista pode ser uma opção apra quem contrata crédito. É importante saber como ele funciona.

O seguro prestamista é uma modalidade de seguro destinada a garantir o pagamento de empréstimos ou financiamentos em situações adversas, como morte, invalidez ou perda de renda do segurado.

Este tipo de seguro oferece uma segurança financeira tanto para o tomador do empréstimo quanto para a instituição financeira, assegurando que as dívidas sejam quitadas mesmo em circunstâncias imprevistas.

Com a crescente preocupação com a estabilidade financeira, entender o funcionamento e as vantagens desse seguro torna-se essencial para quem deseja proteger-se contra eventualidades. Confira.

Você conhece o seguro prestamista? Entenda como funciona!
Você conhece o seguro prestamista? Entenda como funciona! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / beneficiodoidoso.com.br

Como funciona o seguro prestamista?

O seguro prestamista funciona como uma garantia para o pagamento de dívidas em caso de eventos cobertos pela apólice.

Quando uma pessoa contrata um empréstimo, financiamento ou realiza compras parceladas, pode optar por incluir o seguro prestamista.

Em caso de morte, invalidez total por acidente ou perda involuntária de emprego, o seguro é acionado para quitar parcial ou totalmente a dívida pendente.

Por exemplo, se um cliente contrata um financiamento para um carro e vem a falecer antes de quitar todas as parcelas, o seguro prestamista cobre o valor restante do financiamento, garantindo que a dívida não recaia sobre os herdeiros.

Este seguro também pode ser acionado em caso de perda de emprego ou incapacidade temporária, desde que essas situações estejam previstas na apólice, proporcionando uma cobertura abrangente que varia conforme as condições contratadas.

Saiba mais: Me aposentei por INVALIDEZ e preciso renovar minha CNH: posso PERDER meu benefício do INSS se fizer isso?

Quando é possível resgatar o seguro prestamista?

A possibilidade de resgate do seguro prestamista está atrelada à ocorrência dos eventos cobertos. Em casos de morte, invalidez permanente ou temporária, perda de emprego ou doenças graves, o segurado ou seus beneficiários podem acionar a seguradora para o pagamento das dívidas.

Para efetuar o resgate, é necessário apresentar documentos comprobatórios, como laudos médicos, boletins de ocorrência, cartas de demissão ou atestados de óbito.

A apólice especifica os procedimentos e os documentos necessários para o resgate, que devem ser seguidos rigorosamente.

Vale destacar que, em situações de morte, se o valor da indenização for superior ao saldo devedor, o restante será pago aos beneficiários indicados pelo segurado.

Além disso, caso a dívida seja quitada antes do prazo, o prêmio pago pelo período restante deve ser devolvido ao segurado, garantindo que não haja prejuízo financeiro para quem contratou o seguro.

Veja mais: Pagamento do INSS cai no FERIADO? Saiba se você receberá sua aposentadoria HOJE (09)

Prós e contras de contratar essa modalidade

Contratar um seguro prestamista traz diversas vantagens, mas também alguns pontos que merecem atenção.

Entre os prós, destacam-se a segurança financeira proporcionada em situações adversas, evitando a inadimplência e protegendo o patrimônio do segurado.

Além disso, esse seguro oferece tranquilidade, pois garante que as dívidas serão quitadas mesmo em caso de imprevistos graves. Outro benefício é a proteção para os herdeiros, que não terão que arcar com dívidas deixadas pelo segurado.

Por outro lado, entre os contras, está o custo adicional que o seguro representa, aumentando o valor total do empréstimo ou financiamento.

É importante analisar se a contratação do seguro vale a pena, considerando a situação financeira e a existência de uma reserva de emergência que possa cobrir eventualidades.

Além disso, a cobertura pode variar conforme a apólice, sendo fundamental ler atentamente as condições para entender o que está ou não coberto.

Portanto, a decisão de contratar o seguro prestamista deve ser tomada com base em uma análise cuidadosa das necessidades e da capacidade financeira do segurado, pesando os benefícios e os custos envolvidos.

Veja outros: Entendendo o desconto RCC no benefício: como ele afeta a aposentadoria e formas para CANCELAR

Nicole Ribeiro

Formada em Letras - Português pela Universidade do Estado de Minas Gerais, redatora freelancer e revisora de artigos e textos acadêmicos. Apaixonada por gatos e pelo conhecimento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo